Tipografia e economia

garamond_wallpaper1920

Um estudante da sexta série da Dorseyville Middle School, na cidade americana de Pittsburgh, descobriu que uma simples troca de fontes tipográficas utilizadas em documentos oficiais do governo, traria uma economia de US$ 400 milhões em gastos de tinta aos Estados Unidos. Ao começar a estudar em uma nova escola, Suvir Mirchandani notou que estava recebendo mais papeis e folhetos do que nos anos anteriores. Resolveu, então, comparar a quantidade de tinta gasta nesses impressos utilizando 4 fontes tipográficas: Garamond, Times New Roman, Century Gothic and Comic Sans. A conclusão foi que a fonte Garamond traria uma economizaria 24% da tinta. Animado com o projeto, Suvir decidiu então aplicar seus resultados a uma escala maior, e analisando amostras de documentos do governo americano através de um software comercial chamado APFill Ink, chegou a impressionante conclusão de que US$ 136 milhões ao ano seriam economizados apenas no estado de Washington, se a fonte Garamond fosse utilizada em vez da Times New Roman. Por ano, os governos estadual e federal teriam uma economia de US$ 400 milhões. Em resposta ao projeto de Suvir, Gary Somerset, gerente de mídia e relações públicas do escritório de impressão do governo, elogiou o projeto do jovem estudante, mas afirmou que os esforços do governo para se tornarem mais sustentáveis se dão no sentido de tornar o conteúdo impresso disponível digitalmente na Web

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.